Cria Arquitetura | Imprensa : Ref. produtos de madeira n°2

Ref. produtos de madeira n°2

Ref. produtos de madeira n°2

Referência produtos de madeira n°2

A busca por melhor qualidade de vida e respeito ao meio ambiente é constante no ser humano. O conforto torna-se um diferencial quando é aliado a sustentabilidade. Empresas, indústrias e o próprio consumidor final estão ficando conscientes de que esta palavra tem um significado prático muito importante para a conservação dos recursos naturais. Sem contar que em um ambiente de trabalho agradável, com boas condições de iluminação natural, ventilação, eficiência energética e automação, as pessoas se sentem bem e, podem alcançar melhores desempenhos. É com este conceito que as arquitetas Maira Del Nero e Juliana Boer desenvolvem seus projetos residenciais, comerciais e até de design de interiores.

Elas contam que utilizam conceitos da arquitetura sustentável aliados a uma linguagem minimalista. Por isto, a intenção de criar sensações, com mínimas intervenções requer um cuidado especial na escolha dos materias, que têm papel fundamental na qualidade do ambiente.

“A madeira se encaixa perfeitamente nesse conceito, com seus tons, padrões e texturas. Utilizamos diversos tipos diferentes de madeira para a estrutura, vedação, mobiliário e até nos objetos de decoração. Mas sempre procuramos racionalizar o seu uso atravpews de projetos bem pensados e otimizados”, considera Maira. Desde que abriram o escritório Cria Arquitetura, em 2003, elas vêm desenvolvendo a sustentabilidade nos projetos, os quais promovem um modo de vida sustentável, alcançado por meio de tecnologias e materiais ecoeficientes e do estímulo ao consumo consciente. Maira conta que ela e Juliana sempre gostaram de projetos simples e funcionais com destaque para materiais naturais e de misturar elementos mais rústicos, com uma linha minimalista e contemporânea.

“Foi tudo meio intuitivo no começo”, comenta. O bom projeto de arquitetura, segundo ela , desde sempre considerou as questões básicas de sustentabilidade como racionalização, iluminação eficiente, ventilação, conforto térmico e acústico. Então para as arquitetas esse caminho foi natural. Quando se pensa na madeira nos projetos da Cria Arquitetura, trabalha-se com madeiras de procedência garantida. Entre as certificadas com selo FSC, as profissionais utilizam mais a madeira Teca, da Floresteca. Nas de manejo sustentável, a preferência é pelo cumaru, que é resistente e tem cor bem característica. “Geralmente compramos na Zanchet, que disponibiliza madeira de manejo para estrutura e piso, e também tem um sistema para telhado bem racional”, lembra a arquiteta Maira.

Nos mobiliários utilizados nos projetos, opta-se geralmente por madeiras provenientes de poda urbana, com o selo de certificação Madeira Urbana. Ela garante que a árvore foi extraída de maneira legal. “São madeiras pouco usadas para esse mercado, mas que tem aspecto único, garantindo diferencial estético à peça, como a madeira do abateiro, sibipiruna e araucária”, exemplifica. Para piso e mobiliário as arquitetas também utilizam madeira de demolição, e nos objetos de descobrimento. Maira Del Nero destaca que nos últimos 5 anos, se dedicou, junto com Juliana, à pesquisa de materiais e tecnologias ecologicamente corretas. Por isso, afirma que as pessoas estão se interessando cada vez mais pela arquitetura sustentável. O mercado está crescendo e se organizando e produtos e tecnologias estão mais acessíveis.

Entre os projetos desenvolvidos por Maira e Juliana, pode-se destacar o Ecoloft de aproximadamente 100m². O espaço possui design inteligente, tecnologias verdes, técnicas construtivas e matérias que diminuem significativamente o impacto ambiental causado pelas construções tradicionais.

O projeto foi concebido como uma moradia sustentável e contemporânea que contempla tropas as funções de uma residência convencional em um espaço extremamente compacto e versátil. A edificação se eleva sobre uma estrutura de madeira que permite a instalação em diferentes tipos de terrenos, Ela possui sistema estrutural modular de madeira de manejo sustentável. “A madeira, desde que garantida sua procedência é uma matéria-prima sustentável, pois é renovável, biodegradável e reciclável, neste caso utilizamos madeira de manejo sustentável para estrutura e vedação, deck e painéis de teca certificada FSC”, descreve a arquiteta. A estante foi confeccionada em tamburato certificado e os mobiliários com madeiras de redescobrimento e de poda urbana, evitando o envio desse material para aterros ou queima. Conforme as arquitetas, muito mais que conceitos de construção sustentável, o Ecoloft apresenta um questionamento quanto aos hábitos de consumo e o impactos causados por nossas escolhas diárias. Outro projeto sustentável da Cria Arquitetura é o restaurante em que a madeira de demolição e de descarte de obras foi escolhida para confecção de móveis e objetos de decoração. A principal premissa deste projeto é a integração da arquitetura sustentável e seus matérias com uma linguagem contemporânea. Todos os produtos especificados, além de causarem menor impacto ambiental, proporcionam um espaço muito mais agradável onde se destaca, por exemplo, um ambiente livre de COV’s (Compostos Orgânicos Voláteis), utilizando produtos como tintas e vernizes sem solventes.

A arquitetura sustentável de Maira Del Nero e Juliana Boer são belos exemplos do que se espera do  futuro da construção, afinal antes de um projeto ser sustentável é preciso fazer ações sustentáveis.