Laje de PET

By dezembro 9, 2009ecodesign

Esse é um sistema que queremos especificar para a próxima obra…. acho q a embalagem e fixação das embalagens PET com um filme plástico, possibilitam que em uma futura demolição, as garrafas possam ser separadas e reutilizadas ou recicladas….

Lajes Pré-Fabricadas Treliçadas que utilizam garrafas Pet descartadas como elementos de enchimento em substituição às lajotas cerâmicas e EPS (isopor).

 
A utilização das garrafas PET soltas em painéis treliçados, sempre apresentaram irregularidades na altura necessária de capeamento e nervuras da laje, devido sua movimentação durante a concretagem.
Provocavam também aumento elevado no consumo de concreto, exatamente na “zona neutra” da laje,aumentando o peso próprio sem gerar nenhum beneficio.

A grande inovação, que na realidade é um aprimoramento do sistema, foi a fixação das garrafas pet em uma base com filme plástico, evitando sua movimentação durante a concretagem em obra.

Viabilidade Técnica:

A utilização de “elementos de enchimento” com materiais inertes, maciços ou vazados, esta prevista em Norma NBR14859-1, cuja resistência deve suportar carga mínima de ruptura de 0,7 KN.

Deve ser alertado que, quando se utilizar tão somente garrafas pet, o acabamento inferior não será uniforme, para fazer o acabamento “liso” é necessária a utilização de placas de gesso ou de uma tela, fixada nas vigas, que permite a aderência do reboco ou chapisco.

Todavia, verificou-se que as garrafas pet, utilizadas pelo processo da Salema, apresentara maior capacidade de resistência comparada ao eps utilizado no mercado.

Deixe uma mensagem