Arquitetura Sustentável – Construção sustentável é mais cara?

By janeiro 19, 2015cria sustentável

Depende, a viabilidade econômica é uma importante condição para a sustentabilidade e a adoção de soluções sustentáveis passivas em uma construção não traz necessariamente um aumento de preço, principalmente se for feita durante as fases de concepção do projeto. Em alguns casos, pode até reduzir custos.

Nas edificações estes sistemas passivos podem ser utilizados para resfriamento, aquecimento, iluminação, ventilação entre outros. Os sistemas passivos podem gerar de 30% a 60% de redução de consumo de energia, água e materiais de uma construção.

Já o preço de implantação de alguns sistemas ecológicos é, em média, 10% mais alto. Mas, segundo o estudo inglês Costing Sustainability (Custo da Sustentabilidade), a aplicação de estratégias avançadas já é capaz de reduzir esses valores. Dados da Anab Brasil (Associação Nacional de Arquitetura Sustentável) apontam que, a cada US$ 1 investido na construção de edifícios sustentáveis, voltam US$ 15 em 20 anos.
Um sistema de aquecimento solar pode ser pago, pela economia que gera, depois de apenas um ano de uso. Edifícios que empregam sistema de reuso de água podem ter uma economia de 35% desse recurso.
Além disso, estudos comprovam aumentos na qualidade de vida, na saúde e na produtividade dos moradores e usuários de locais sustentáveis. Os ocupantes de escritórios em edifícios verdes são de 2% a 16% mais produtivos, por exemplo.

Discussão Um comentário

  • Ernani Cunha disse:

    Acho que é de suma importância que estes preços dos materiais sustentáveis sejam mais acessíveis… não entendo o porque de ser tão mais caro! O povo quer lucrar em cima de tudo!

Deixe uma mensagem